Peskov, porta-voz do Kremlin, prevê que defesa à Ucrânia no conflito tende a perder força.

O Kremlin disse, nesta segunda-feira (2), que acredita que o cansaço com a guerra na Ucrânia aumentará nos Estados Unidos e na Europa, mas que Washington continuará se envolvendo diretamente no conflito.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, comentou sobre a decisão do Congresso dos Estados Unidos de aprovar um projeto de lei de financiamento provisório que omitia a ajuda a Kiev. Peskov disse que a Rússia prevê que o cansaço da guerra no Ocidente levará ao que ele chamou de fragmentação da opinião sobre o conflito na Ucrânia.

Medvedev critica Reino Unido
No fim de semana, a Rússia já havia mirado outra potência do Ocidente. O vice-presidente do Conselho de Segurança da Federação Russa, Dmitry Medvedev, afirmou que a transferência do treino de soldados ucranianos para o terreno vai fazer com que os instrutores britânicos se tornem “alvos legais” para as forças armadas russas.

“Estes idiotas estão nos empurrando para a Terceira Guerra Mundial”, destacou. Medvedev volta a um tom de ameaça, afirmando que “o número de líderes idiotas na Otan está crescendo”.

3 Visualizações totais
1 Visualizações hoje