Ator pagava produtor de TV que prometia ele um papel em uma novela

Investigações mostram que o ator Jeff Machado, assassinado no dia 23 de janeiro, vinha dando dinheiro da herança que recebera do avô para pagar o produtor de TV Bruno Rodrigues, que prometia a ele um papel na próxima novela das 19h. Rodrigues é o principal suspeito do crime e está foragido desde o dia 1º de junho.

O produtor chegou a sugerir que Jeff vendesse a própria casa onde morava, em Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro, para conseguir mais dinheiro para investir na carreira.

“Você precisa vender a casa”, escreveu o produtor em mensagem enviada para Jeff. “Vai ganhar um bom dinheiro com ela. Isso vai te ajudar a investir na carreira. Com o papel na novela, vai ganhar muito mais.”

Bruno Rodrigues chegou a dizer, também por meio de mensagem, que Jeff deveria perder alguns quilos e deixar o cabelo crescer para viver o papel de um advogado na novela – trabalho pelo qual ganharia R$ 12 mil por mês.

A mãe de Jeff Machado contou, no entanto, que, poucos dias antes do crime, o ator teria dito a ela que começou a desconfiar das atitudes do produtor. Segundo Maria das Dores Machado, o filho estaria suspeitando estar sendo vítima de um golpe depois de ter feito várias transferências para Rodrigues e ele deixar de responder suas mensagens.

Ator foi asfixiado e enterrado em baú

Jeff Machado foi asfixiado com um fio de telefone dentro da própria casa. O corpo foi colocado dentro de um baú e levado para uma casa alugada em Campo Grande, também na zona oeste.

O baú foi concretado no piso dessa casa, onde acabou sendo encontrado em maio. Segundo a polícia, Bruno matou Jeff e contou com a ajuda do garoto de programa Jeander Vinícius para esconder o corpo.

Em depoimento prestado à polícia na semana passada logo depois de ser preso, Jeander contou que esteve com Bruno na casa de Jeff no dia do crime supostamente para gravar um filme erótico.

Ao chegarem na casa de Jeff, Bruno teria se oferecido para fazer um suco. Jeff reclamou que o suco estaria amargo, indicando que o ator pode ter sido dopado antes do crime.

2 Visualizações totais
1 Visualizações hoje