Ao todo, seis mortes foram confirmadas e das 40.678 famílias afetadas, 8.434 estão desabrigadas e desalojadas.

Subiu para 70 o número de cidades que já decretaram situação de emergência devido às fortes chuvas que atingem o Maranhão. Até o momento, de acordo com dados atualizados pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (14), seis mortes foram confirmadas e das 40.678 famílias afetadas, 8.434 estão desabrigadas e desalojadas.

A situação de emergência é decretada pelo poder público para reconhecer, de forma legal, uma situação anormal provocada por desastres, que podem causar danos superáveis ou suportáveis pela comunidade que foi afetada.

Na quarta-feira (12), o Governo Federal já havia reconhecido a situação de emergência em mais 14 cidades do Maranhão atingidas pelas fortes chuvas. Com o reconhecimento, os municípios podem solicitar recursos federais para ações de defesa civil.

Ao g1, a Defesa Civil do Maranhão diz que segue monitorando os episódios em que prejuízos e danos foram causados à população por conta do período chuvoso.

De acordo com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes), os restaurantes populares dos municípios atingidos vão ampliar a oferta de refeições no modelo híbrido (distribuição de quentinhas). Até o momento, 200 mil refeições foram entregues.

Chuvas no Maranhão

De acordo com o Governo do Estado, os meses de março e abril registram elevados índices pluviométricos especialmente na parte norte do estado e Baixada Maranhense, diante disto, o agravamento das cheias ocorreu especialmente a partir dos primeiros dias do mês de março.

Muitos municípios maranhenses são cortados por importantes rios, responsáveis pelo abastecimento de água e sobrevivência de muitas famílias. Por isso, essas cidades tendem a ser mais sucessíveis a enchentes.

Diversos rios que cortam o estado foram afetados, ficando com nível acima do normal, tais como os rios Mearim, Munim, Itapecuru, Grajaú, Maracu, Pindaré e o extravasamento dos lagos de Penalva, Cajari e Viana.

Veja, a lista completa, dos municípios em situação de emergência:

  1. Açailândia
  2. Afonso Cunha
  3. Alto Alegre Do Pindaré
  4. Arame
  5. Arari
  6. Bacabal
  7. Barra do Corda
  8. Barreirinhas
  9. Boa Vista do Gurupi
  10. Buriti

Fonte: G1.

1 Visualizações totais
1 Visualizações hoje