Secretário executivo da pasta afirmou que os militares seguirão atuando nas áreas onde já estão.

O secretário executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, afirmou que uma intervenção federal no Rio de Janeiro ainda “não está na pauta”.
O governo federal quer concentrar as ações de segurança no Rio no trabalho que vem sendo feito, com as forças locais, e as equipes federais da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional.

Capelli destacou a atuação das Forças Armadas em ações de fronteira. Para o governo, os militares do Exército, Marinha e Aeronáutica devem se manter nas áreas onde já atuam.

“As Forças Armadas cumprindo o seu papel, reforçando controle da Baía de Guanabara, por exemplo”, disse.

1 Visualizações totais
1 Visualizações hoje