A Finlândia fica na Europa, no norte do continente, e é banhada pelo Mar Báltico. Faz fronteira com Suécia, Noruega e Rússia (um dos motivos, inclusive, que fizeram sua entrada na Otan ter sido costurada desde o início da guerra na Ucrânia).

Terra dos mil lagos, país da sauna e também o mais feliz do mundo (apesar de ser friiio, muito frio). Características como essas são excelentes cartões de visita, certo? Mas não foi exatamente por essas qualidades que a Finlândia foi aceita na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), um dos principais blocos do mundo.

anúncio oficial do novo membro foi feito nesta terça-feira (4). Agora a Finlândia, um país tradicionalmente conhecido pela sua neutralidade, faz parte do seleto grupo que desde o fim da Guerra Fria passou a atuar, sobretudo, como uma aliança que zela pelos interesses econômicos dos membros. A Finlândia é o 31º membro da Otan, que tem entre seus membros algumas das maiores potências mundiais, como EUA, Canadá, Reino Unido e França.

Tantos bons indicadores não poderiam resultar em algo muito diferente. Pelo sexto ano consecutivo, o país foi eleito o mais feliz do mundo, de acordo com um ranking da Organização das Nações Unidas (ONU).

O relatório deste ano da ONU com o ranking também destacou o “aumento da fraternidade na Ucrânia”.

O Relatório Mundial da Felicidade, publicado pela primeira vez em 2012, considera as avaliações das próprias pessoas sobre sua situação, bem-estar econômico e indicadores sociais.

Fonte: G1.

7 Visualizações totais
1 Visualizações hoje