Três médicos morrem no ataque; um deles era irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP).

Um ataque a tiros matou três médicos ortopedistas e deixou um ferido, na madrugada desta quinta-feira (5), em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. Os quatro foram socorridos por bombeiros. Marcos de Andrade Corsato, Perseu Ribeiro Almeida e Diego Ralf de Souza Bomfim — que era irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) — morreram no local. Um outro médico está internado. Vítimas participariam de congresso
O grupo de ortopedistas passava a noite em um quiosque na Barra da Tijuca.
Eles haviam chegado à capital fluminense para participar do 6º Congresso Internacional de Cirurgia Minimamente Invasiva do Pé e Tornozelo. O evento era internacional e contava com apoio da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, entidade que os médicos faziam parte.

20 tiros em 20 segundos
A PMRJ informou que policiais do 31° BPM (Recreio dos Bandeirantes) foram chamados para atender a uma ocorrência de homicídio na Avenida Lúcio Costa, na praia do bairro. Chegando lá, encontraram as quatro vítimas baleadas. “Informações preliminares apontam que todos estavam em um quiosque da região quando foram vítimas de disparos de arma de fogo efetuados do interior de um automóvel”, disse a corporação à CNN.

Foram disparados pelo menos 20 tiros em 20 segundos, segundo apurou o analista da CNN Leandro Resende.

1 Visualizações totais
1 Visualizações hoje