Atirador também está sendo acusado de matar primo após corpo ser encontrado em sua casa. Horas antes de Bernard Polite supostamente tentar matar um pastor da Pensilvânia na frente de sua congregação no domingo (5), o suspeito atirou e matou seu primo em sua casa, disse a polícia.

Polite, 26, agora é acusado de homicídio criminoso pela morte de Derek Polite, 56, e aguarda audiência. Embora os dois fossem primos, o suspeito costumava se referir a Derek Polite como seu “tio”, disse o superintendente da polícia do condado de Allegheny, Christopher Kearns.

O motivo do assassinato em North Braddock permanece obscuro, disse Kearns.

“Não há indícios de que tenha havido qualquer tipo de perturbação na residência. Não vimos nenhuma evidência de que houve qualquer tipo de briga”, disse ele. “Parece que a vítima foi baleada enquanto subia as escadas do primeiro para o segundo andar.”

Os testes de balística revelaram que a arma usada para matar Derek Polite foi a mesma recuperada no domingo na vizinha Igreja Jesus’ Dwelling Place, onde Bernard Polite supostamente apontou uma arma para o rosto do pastor Glenn Germany e puxou o gatilho, disse a polícia. Mas a bala ficou presa na câmara da arma e um diácono da igreja conseguiu atacar o atirador antes que ele pudesse disparar outro tiro.

O pastor disse à CNN que ficou chocado ao ver como por pouco não levou um tiro na cabeça, já que a mesma arma provou ser mortal no início do dia.

“A arma funcionou quando atirou em seu primo até a morte”, disse Germany.

“Quando ele desceu à igreja, era a mesma arma. E ele puxou o gatilho”, disse o pastor. “Agradeço a Deus que a arma travou. O policial nos mostrou porque tirou a (bala) da câmara. Estava presa na câmara. Você consegue ver os amassados ​​na bala onde ela ficou presa.”

Depois que o diácono da igreja desarmou o atirador, Germany segurou o suspeito no chão e disse-lhe que o perdoava antes que a polícia chegasse e o prendesse no início da tarde de domingo.

Bernard Polite enfrenta acusações de tentativa de homicídio, de lesão corporal qualificada e colocação imprudente de outra pessoa em perigo em conexão com o incidente na igreja, mostram os registros do tribunal.

Depois de saber sobre o incidente na igreja no domingo, parentes preocupados foram à casa dos primos para verificar como estava Derek Polite “e o descobriram morto lá dentro”, disse a polícia do condado de Allegheny.

O chefe de polícia disse que uma combinação de evidências balísticas e depoimentos de testemunhas ajudou a vincular o suspeito Bernard Polite a ambas as cenas do crime.

“Uma testemunha dele estava na varanda da residência pouco antes das 10h”, disse Kearns. “Tivemos outra testemunha que ouviu o que acreditava ser um tiro por volta das 10h.”

Bernard Polite permanece sob custódia na Cadeia do Condado de Allegheny. Não ficou imediatamente claro se ele tinha um advogado. Uma audiência preliminar está marcada para a próxima segunda-feira (13).

Fonte: CNN Brasil.

2 Visualizações totais
1 Visualizações hoje