Caso aconteceu na última segunda-feira (16). O agressor alega que chutou os cachorros porque eram agressivos e o morderam. A Polícia Civil de São Paulo indiciou o homem responsável por agredir a irmã do ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF). Rogério Cardoso Júnior, de 64 anos, responde pelos crimes de lesão corporal dolosa e maus-tratos de animais contra Cristiane Zanin e seus dois cachorros.

De acordo com a investigação, Cardoso teria afirmado em depoimento que chutou os cães porque os animais eram agressivos, e teria sido mordido por eles. O caso aconteceu no dia 16 de outubro. Nas imagens captadas por câmeras de segurança, é possível ver a advogada aguardando para entrar no condomínio em que mora, no bairro de Perdizes, zona oeste de São Paulo, quando Rogério chega.

Segundo o relato de Caroline no boletim de ocorrência, ele teria a abordado dizendo que chutaria ela e seus cachorros. Ela chega a pedir ajuda para o segurança do condomínio, mas Rogério segue com as agressões. Nas imagens, foram registradas pelo menos seis tentativas de chute contra os animais.

Posteriormente, a advogada afirmou que ficou com hematomas nas pernas e que os cachorros apresentaram sangramentos.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que o caso foi investigado pelo 23º Distrito Policial (Perdizes), e encaminhado ao Poder Judiciário.

1 Visualizações totais
1 Visualizações hoje