Pré-candidato pelo PSOL participará de um almoço na casa da ex-prefeita neste sábado (13).

A ex-prefeita Marta Suplicy (sem partido) e o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) terão o primeiro encontro neste sábado (13) após a articulação presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela chapa entre os dois. Boulos é pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL com o apoio do PT.
A reunião será em um almoço na casa da ex-prefeita, nos Jardins, em São Paulo. A informação foi antecipada pelo analista de política da CNN Iuri Pitta.

Lula está na capital paulista desde sexta-feira (12), mas não há confirmação de que ele se encontrará com Marta e Boulos.
O deputado federal Rui Falcão (PT-SP) estará no encontro a convite de Marta, segundo apurou a CNN. Falcão, que é cotado para ser coordenador de campanha de Boulos, atuou na gestão da ex-prefeita (2001-2004) e foi candidato a vice quando ela tentou a reeleição e foi derrotada.

O parlamentar também esteve presente na reunião que a ex-prefeita teve com o presidente da República, na segunda-feira (8), em que recebeu convite para ser vice de Boulos.

O episódio foi o estopim para a saída de Marta da administração do prefeito Ricardo Nunes (MDB), na terça-feira (9), onde atuava como secretária de Relações Internacionais desde 2021. Antes, Marta havia apoiado a chapa de Nunes, encabeçada por Bruno Covas (PSDB), que morreu em maio de 2021.

Ao comentar a saída de Marta, Nunes disse que ela avisou que seria vice na chapa de Boulos na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Ou seja, seria adversária do atual prefeito, que busca a reeleição.

Em sua carta de demissão, a ex-secretária disse que o cenário político da cidade “prenuncia uma nova conjuntura”.

“Como em outras passagens de minha vida pública, seguirei caminhos coerentes com minha trajetória, princípios e valores que nortearam toda a minha vida pública e que proporcionaram construir o legado que me trouxe até aqui”, citou.

PT rejeita prévias
Fontes: PT rejeita prévias entre Marta e Eduardo Suplicy | CNN 360ºFontes: PT rejeita prévias entre Marta e Eduardo Suplicy | CNN 360º
Após o deputado estadual e ex-senador Eduardo Suplicy (PT) defender a realização de prévias no PT para definir o nome do candidato a vice Boulos, a proposta foi rejeitada por lideranças petistas ouvidas pela CNN.

Duas resoluções “antiprévias” da legenda interditam os planos do ex-senador.

A primeira diz que os diretórios municipais podem sacramentar a escolha do candidato a prefeito ou vice caso o postulante tenha o apoio de um terço do colegiado.
Em última instância, o diretório nacional tem a palavra final nas cidades com mais de 200 mil habitantes.
Alas do PT se incomodam com possível volta de Marta
A possível volta de Marta ao PT está incomodando uma ala da sigla que até hoje não aceitou seu voto favorável ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Integrante do Diretório Nacional do PT, Valter Pomar, acusou Marta de traição e cobrou que a possibilidade de retorno vá à votação no partido.

“Senadora eleita pelo PT, Marta traiu seu eleitorado e seu Partido, votando a favor do golpe contra Dilma. Desconheço que ela tenha feito alguma autocrítica a respeito. E, em qualquer caso, não vejo porque trazer de volta para casa quem praticou tamanha violência”, divulgou em texto a outros petistas.

A manifestação pública representa o pensamento de uma ala do PT considerada anti-Marta Suplicy. Em 2016, Marta já integrava o MDB. Como senadora, apoiou o impeachment na votação que confirmou o afastamento definitivo de Dilma.

Fonte: CNN Brasil.

3 Visualizações totais
1 Visualizações hoje